Um blogue pessoal mas... transmissível

14
Fev 09

 

 

Desculpem lá qualquer coisinha, mas este poema é dedicado ao M., que (ainda) é o grande amor da minha vida. AMO-TE, M!!!

 

Não posso deixar que te leve
O castigo da ausência,
Vou ficar a esperar
E vais ver-me lutar
Para que esse mar não nos vença.
Não posso pensar que esta noite
Adormeço sozinho,
Vou ficar a escrever,
E talvez vá vencer
O teu longo caminho.
Leva os meus braços,
Esconde-te em mim,
Que a dor do silêncio
Contigo eu venço
Num beijo assim.
Não posso deixar de sentir-te
Na memória das mãos,
Vou ficar a despir-te,
E talvez ouça rir-te
Nas paredes, no chão.
Não posso mentir que as lágrimas
São saudades do beijo,
Vou ficar mais despido
Que um corpo vencido,
Perdido em desejo.
Quero que saibas
Que sem ti não há lua,
Nem as árvores crescem,
Ou as mãos amanhecem
Entre as sombras da rua.

 

Pedro Abrunhosa
 

publicado por Pensador Insuspeito às 12:16
sinto-me:

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
21

24


pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
Prémio "Felizes Juntos"
Create your own banner at mybannermaker.com!
A Minha Música


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
Participa Na Sondagem!
Qual a orientacao sexual de quem me visita?
Homem heterossexual
Mulher heterossexual
Gay
Lesbica
Bissexual
Nenhuma
Nao sabe
  
pollcode.com free polls
Suspeito Que Estão...
online
Visitantes Suspeitos
Suspeitos Que Por Aqui Passaram
Hit Counters
Free Hit Counters

Generated image
blogs SAPO