Um blogue pessoal mas... transmissível

13
Jan 09

Xutos & Pontapés - 30 Anos

 

Parabéns pelos 30 anos de uma das mais emblemáticas bandas portuguesas de sempre! Deram o seu primeiro concerto quando eu ainda era um puto reguila e marcaram em termos musicais a minha adolescência (oh pá, estou mesmo a ficar cota!!!).

 

Parabéns Xutos & Pontapés e que contem outros tantos!

publicado por Pensador Insuspeito às 23:24

Vou confessar-vos algo sem interesse nenhum. Nem sei se o devia fazer, pelo menos neste momento. Tinha-vos dito que estou a atravessar uma fase complicada da minha vida. Sim, é verdade. A dor de uma separação muito recente ainda preenche de negro os meus dias. Estou a levantar-me do chão e por isso agarro-me a tudo, nem que seja a este cantinho insuspeito onde posso dizer tudo o que me vai na alma e no pensamento...

 

Foi no verão passado que conheci alguém que apesar de tudo ainda me é muito especial. Naqueles dias de Agosto, os nossos olhares cruzavam-se insistentemente com o desejo inconfessado de nos conhecermos pessoalmente. Alto, tímido, olhar penetrante e corpo atlético. Foi ele que deu o primeiro passo. Sem que eu esperasse, deu-me o contacto dele e assim começou uma bela história de amor. Combinámos através de sms um encontro ali no mesmo sítio em que nos conhecemos e em que surgiu pela primeira vez aquela atracção mútua que parecia querer suspender o tempo unicamente pelo desejo de que aquelas longas tardes de verão jamais acabassem para não ficarmos privados um do outro. Aquele primeiro encontro deixou-me sem palavras e fez despertar em mim sentimentos que há muito tinham adormecido. Sentir-me novamente amado e desejado por alguém foi a melhor coisa que me aconteceu nos últimos tempos. Aquela tarde de sábado em que falámos pela primeira vez mexeu comigo e regressei a casa com um sorriso rasgado nos lábios e uma alegria indizível no coração.

 

Desde então começámos a sair todos os fins-de-semana porque a nossa vida pessoal e profissional não nos permitia estar mais tempo juntos. Falávamos de tudo e de nada, riamos com a inocência dos primeiros anos, saíamos para jantar e curtir a noite num qualquer bar da moda. Era tão bom estar com ele frente a frente, só nós dois, olhos nos olhos, mãos nas mãos. Conversava com ele e perdia-me completamente no seu olhar, imaginando um futuro para nós dois em que pelo nosso amor pudéssemos enfrentar tudo e todos e rasgar horizontes insuspeitados. Num desses encontros, já sob o manto diáfano das estrelas e envolvidos pelo silêncio da noite, demos o primeiro de muitos beijos. Um beijo longo e desejado que resistiu ao tempo e à separação. Ainda hoje sinto o sabor dos seus lábios e o calor do seu corpo, ali junto ao mar, apenas com o barulho das ondas a entrecortar de espuma o afago das mãos e o desejo incontido que percorria os nossos corpos, ávidos de amor e de prazer. E o seu sorriso, tão tímido e tão lindo... Os seus olhos, tão tristes e tão expressivos...

 

A partir desse dia tudo se precipitou nas nossas vidas. O meu coração ficou irremediavelmente descompassado, os meus dias eram vividos em função do seu amor, a minha vida ganhou uma beleza que não sabia existir. Que se passaria comigo? Era simples e óbvio. Bastava render-me às evidências e escutar o que me dizia o coração: estava loucamente apaixonado pelo meu M.. Hoje, apesar da separação, continuo a dizer como nos dias em que a palavra amor enchia de beleza as nossas vidas: o teu anjo ama-te e tem imensas saudades tuas, meu diabinho!

publicado por Pensador Insuspeito às 00:32

 

Ontem fui ao cinema assistir ao tão aclamado filme "Austrália", que um amigo me tinha recomendado. Apesar de já ter lido algumas opiniões menos favoráveis a seu respeito, este é sem dúvida um filme arrebatador e emocionante. Realizado por Baz Luhrmann, considerado um realizador excessivo por muitos críticos de cinema, "Austrália" oferece-nos um excelente romance épico a transpirar classicismo por todo o lado. Considerado a mais cara superprodução australiana de todos os tempos, irá certamente merecer algumas nomeações para a próxima cerimónia da entrega dos Óscares. Na minha modesta opinião, espero sinceramente que consiga ganhar algumas das famosas estatuetas douradas porque o filme merece, já que é mesmo uma grande produção e está muitíssimo bem feito. Penso que "Austrália" contém todos os ingredientes para isso. É uma história de bravura, de coragem e de heroísmo, enquadrada por belíssimas paisagens e bons efeitos especiais. É um filme empolgante e que desde o princípio ao fim nos faz experimentar um autêntico turbilhão de emoções. Nos 166 minutos do filme é possível entristecermo-nos e angustiarmo-nos com os dramas das personagens, desejarmos aplaudir e soltar umas boas gargalhadas, e no final sentirmo-nos alegres com o happy end e, ao mesmo tempo, tristes por termos de nos despedir das personagens e de não as podermos acompanhar pelas suas vidas fora.

 

Nicole Kidman, uma das minhas actrizes favoritas, continua a ser uma presença extraordinária, transformando todas as suas personagens em imagens fortíssimas e únicas. Para já não falar da excelente interpretação de Hugh Jackman, considerado um dos homens mais sexys de 2008, e da grande revelação do pequeno Brandon Walters. "Austrália" é, por tudo isto, um dos filmes mais marcantes do cinema do último ano. Para mim, é sem dúvida alguma um daqueles filmes que me faz perceber melhor a razão de amar a Sétima Arte. Eu vi, gostei, e recomendo vivamente que vejam também este grandioso filme.

 

 

 

 

publicado por Pensador Insuspeito às 00:19

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

21
23



subscrever feeds
pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
subscrever feeds
Prémio "Felizes Juntos"
Create your own banner at mybannermaker.com!
A Minha Música


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
Participa Na Sondagem!
Qual a orientacao sexual de quem me visita?
Homem heterossexual
Mulher heterossexual
Gay
Lesbica
Bissexual
Nenhuma
Nao sabe
  
pollcode.com free polls
Suspeito Que Estão...
online
Suspeitos Que Por Aqui Passaram
Hit Counters
Free Hit Counters

Generated image
blogs SAPO