Um blogue pessoal mas... transmissível

28
Fev 09

 

 

 

Está fantástica a nova campanha publicitária da Energie, protagonizada pelo sempre sensual Jonathan Rhys Meyers, que conhecemos do filme "Match Point", de Woody Allen, ou da série televisiva "Os Tudors". Segundo a marca, Jonathan Rhys Meyers é a representação perfeita da essência Energie: "um homem versátil que pode mover-se perfeitamente entre o mundo do cinema, da música, da arte ou da moda". Não podia estar mais de acordo!

 

 


27
Fev 09

 

Desde que eu e o M. nos separámos, vivo na expectativa de receber notícias dele. Notícias que eu espero mas que eu não quero. Notícias que eu devia ignorar mas não consigo. Ontem o M. "apareceu" novamente sob a forma de sms. Pediu-me desculpa por não ter dito nada nos últimos dias e disse-me que um percalço o impediu de falar comigo. Mais uma vez enchi-me de esperanças que algo possa mudar, embora tudo me diga que isso dificilmente irá acontecer. Acho que esta forma de viver o fim do meu relacionamento com o M. funciona como uma forma de autodefesa ou um artifício para fugir à crua realidade da separação. E logo eu que sempre fui tão racional... É impressionante que, por mais que tentemos e por mais que finjamos ser fortes, tal não é verdade. É que não dá para esquecer tão rapidamente um grande amor. Acho que nunca se esquece, só se faz de conta que já não se lembra. Eu tenho feito um esforço descomunal, maior do que as minhas próprias forças, para tentar esquecê-lo e habituar-me a viver sem a presença do M.. Mas de repente ele resolve "aparecer" de novo e provoca um turbilhão de sentimentos na minha vida... A minha cabeça dá mil voltas, sem saber o que pensar… E pergunto-me: o que é que eu terei feito para estar a passar por uma coisa destas? Ele que me dizia: "Tu és uma pessoa maravilhosa e mereces ser muito feliz", como é capaz de me fazer isto? Não consigo perceber. Estou confuso…

 

Também ontem, quando ia a sair do ginásio e já na rua, esbarrei literalmente com um gajo que passou boa parte do verão passado a "perseguir-me". Antes disso, eu já o conhecia e sabia que ele era gay. Os nossos olhares cruzaram-se de novo mas devo dizer que não senti nada ou seja não houve aquela "química" especial. Não houve agora nem houve no passado. Porque amar alguém significa desejar ver de novo, sentir de novo. É um sentimento que vicia, que torna dependente, que retira a paz e a tranquilidade nos tempos de ausência. Mas também sei que isso nem sempre é tão linear. Um amor pode acontecer mesmo sem a "química" da primeira vez. Mesmo sem a paixão avassaladora. E talvez sejam esses os amores que suportam os relacionamentos mais duradouros. Por isso, estou tranquilo. Se algo tiver de acontecer, acontecerá. Não vou forçar algo a acontecer para depois me arrepender. É verdade que se costuma dizer que mais vale arrependermo-nos por aquilo que fizemos do que por aquilo que não fizemos. Eu sei disso. Mas por enquanto não vou fazer nada. Não quero embarcar numa aventura sem sentido. Para mim, nada é melhor que um namoro estável e duradouro. Mas sei, por experiência própria, que namorar não é fácil. Tem de surgir aquela incrível coincidência de sentimentos, que não se podem descrever por palavras ou gestos… No meio disto tudo, começo a pensar que estes (des)encontros me querem dizer alguma coisa. O que custa mais é decifrar a difícil escrita da vida…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 22:36
sinto-me:

 

Não é algo que toda a gente saiba porque passa despercebido à maioria das pessoas, mas é escandaloso como o Ministério da Educação, de trapalhada em trapalhada, é um dos maiores sorvedouros de dinheiros públicos neste país. Eis alguns factos recentes que importa lembrar ao comum dos mortais: o pagamento de 150 mil euros ao advogado João Pedroso por dois contratos não cumpridos, o pagamento a uma agência de recrutamento de criancinhas para figurarem ao lado do primeiro-ministro na abertura do ano lectivo no CCB, o pagamento de 40 mil euros por um estudo que o PM e o ME diziam ser da OCDE, o pagamento de 874 euros por artigos auto-elogiosos publicados quinzenalmente no JN/Classificados. E a lista de pagamentos poderia continuar...

 

Mas esta é também a Ministra que usa e abusa do dinheiro dos contribuintes para alcançar do poder judicial aquilo que através da sua "competência" não consegue. Multiplicam-se assim os recursos e as despesas judiciais. O último episódio deste folhetim está a acontecer na Régua, envolvendo também a senhora directora da DREN, a sempre inefável Margarida Moreira. Se as duas senhoras se envolveram no mediático caso do professor Charrua que foi corrido por tecer "comentários insultuosos" a propósito do PM, agora a ideia é manter um professor nomeado pela senhora Ministra como Presidente do Conselho Executivo, mesmo que este não cumpra os requisitos estabelecidos na lei para o preenchimento do lugar. Depois de vários recursos interpostos pelo ME, não sei como será o desfecho deste caso. Só espero que no fim a senhora Ministra tenha de pagar do seu próprio bolso por cada dia de atraso no cumprimento da sentença emanada do Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela e não venha mais uma vez usar o dinheiro dos contribuintes para cobrir as suas trapalhadas…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 17:51

 

Não sei se se deram conta mas os senhores bispos, muito em surdina e aproveitando o período carnavalesco (porque será?), publicaram a prometida nota pastoral em favor do "verdadeiro" casamento e alertando os seus fiéis para as nefastas consequências da legalização do casamento homossexual. Da referida nota, respigo a seguinte pérola acerca da homossexualidade: "A homossexualidade é um fenómeno conhecido desde a antiguidade, caracterizado pela expressão preferencial da afectividade e da sexualidade entre pessoas do mesmo sexo. Se, por vezes, ela constitui apenas uma etapa transitória no desenvolvimento da criança ou adolescente, o seu prolongamento pela idade jovem e adulta denota a existência de problemas de identidade pessoal. A Igreja rejeita todas as formas de discriminação ou marginalização das pessoas homossexuais e dispõe-se a acolhê-las fraternalmente e a ajudá-las a superar as dificuldades que, em não poucos casos, acarretam grande sofrimento". De uma só penada, fiquei a saber que deveria ter resolvido este meu problema de identidade pessoal na adolescência mas como persisto no meu "pecado", os senhores bispos, num gesto magnânimo e desinteressado, estão dispostos a acolher-me fraternalmente na sua Igreja. Chegado a este ponto, estou quase a vomitar sobre o teclado do computador. Mas contenho-me... Agora estou a entrar em curto-circuito cerebral... Brain damage! Acho então que é melhor concluir este post/pensamento com esta inofensiva declaração: "Tenham vergonha, hipócritas falhados, e deixem-me viver em paz a minha sexualidade!" E mais não digo...
 

publicado por Pensador Insuspeito às 11:03
sinto-me:

26
Fev 09

 

Enquanto regressava a casa, vindo do trabalho, ouvia as notícias e tomei conhecimento que a interpelação ao Governo desta tarde, que tinha como tema a situação económica do país, foi afinal dominada pelo autêntico "negócio da China" entre a Caixa Geral de Depósitos e o empresário Manuel Fino. Parece que o nosso primeiro-ministro, no meio dos seus muitos afazeres, não teve conhecimento da operação CGD/Cimpor/Manuel Fino. Só pode ser uma brincadeira de muito mau gosto. Ou então os accionistas já não devem querer saber o que se passa nas empresas onde têm acções… Hoje a CGD veio a público defender o Governo e as suas palavras no Parlamento. Ainda por cima, dizendo que os 62 milhões de euros oferecidos num obscuro negócio a Manuel Fino têm um efeito positivo no património e nos resultados da CGD (!). É por estas e outras que eu "curto bué" os políticos e os empresários deste país…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 20:55

 

Nas minhas deambulações pela net, fiquei a saber que os designers norte-americanos Summer Fisher e Michael Yarwood criaram um acessório para aqueles que têm problemas em sair do mar ou da piscina quando a água está muito fria e "encolhe a genitália masculina". Este curioso acessório, que foi baptizado de "Rooster Booster", fica embutido nos calções de banho e esconde o que "encolheu". Os criadores garantem que ninguém vai perceber que houve uma diminuição do volume, evitando o constrangimento dos que se sentem incomodados ao verem "desaparecer" a sua masculinidade depois do mergulho. Para mim, esta "grande" invenção não aquece nem arrefece porque gosto de estar com a genitália em contacto directo com a água e o sol... Ele há cada uma!...

 

 

publicado por Pensador Insuspeito às 20:48

 

 

Ajitto de Robert Mapplethorpe (1981)

 

Confesso que fui puritano na escolha de uma fotografia de Mapplethorpe. Até para não correr o risco de ser censurado...

 

publicado por Pensador Insuspeito às 20:39

 

 

 

Não resisti a roubar esta pérola ao Kaos. Depois disto, não é preciso dizer mais nada... E já agora digam lá qual vos parece ser a resposta mais correcta?

 

publicado por Pensador Insuspeito às 17:29

25
Fev 09

 

Diz-se que foram apreendidos em Braga, numa feira de livros em saldo, alguns exemplares de um livro sobre pintura que ostentava na capa o quadro A Origem do Mundo, de Gustave Courbet, com o pretexto de que a imagem era pornográfica. Há poucos dias, aconteceu algo semelhante a propósito de umas imagens de mulheres seminuas no Carnaval de Torres Vedras, a que me referi aqui. Parece que a PSP se transformou numa polícia dos "bons costumes" e abandonou a perseguição aos criminosos. Por isso, enquanto uns se divertem a assaltar postos de abastecimento, outros estão entretidos a elaborar autos a livros considerados pornográficos... Tal atitude censória não é de admirar, olhando à história recente do país. Entre outras coisas, actos como este revelam uma noção distorcida das competências das autoridades: elas não servem para julgar a moralidade dos actos dos cidadãos, mas para assegurar os seus direitos, liberdades e garantias. Essa noção moralista da autoridade é própria de governos autoritários que, tendo já alcançado o controlo de tudo o resto, se dedicam a fiscalizar o comportamento dos cidadãos. Será que estamos a viver uma fase dessas? Finalmente, apraz-me dizer que a acção da polícia teve um efeito exactamente contrário àquele que pretendia acautelar: um quadro relativamente desconhecido viu-se multiplicado até à exaustão por todos os meios de comunicação social... Depois de observar a imagem em questão, só me apetece dizer que a senhora deveria ter usado cera ou "Epilady". Mas quem sou eu para a censurar por não o ter feito?... Valha-nos Deuzzz!

 

publicado por Pensador Insuspeito às 22:46

 

Este ano, estive para não festejar o Carnaval mas uns bons e velhos amigos desafiaram-me a fazê-lo. Devido às circunstâncias actuais, achei que não era muito coerente festejá-lo mas, por outro lado, pensei que era uma forma de esquecer o momento difícil por que estou a passar. De qualquer maneira, o Carnaval já não me diz tanto como há uns anos atrás em que esta época era vivida de uma forma intensa e especial. A fantasia era preparada ao pormenor e aguardava-se ansiosamente pela hora de a vestirmos. Depois rumava-se ao sítio onde se concentrava o pessoal do burgo e arredores e aí se passava a noite entre copos, música e muito divertimento. Hoje, por várias razões, já não é bem assim. Ainda por cima este ano não estive com disposição para preparar a fantasia. E nem sequer pensei nisso. O P. e a D. bem insistiram para que eu me mascarasse mas eu decidi que este ano não iria fantasiar-me. Como que a querer dizer que por andar a usar uma máscara durante todo o ano não via razão para usar mais uma no Carnaval... O certo é que acabei por aceitar o convite porque todos os motivos são válidos para sair de casa. Como em anos anteriores, escolhemos o sítio para onde converge o pessoal conhecido. A festa estava bem animada, fantasias para todos os gostos, boa música, ambiente muito divertido. Porque afinal o que interessa é esquecer tudo, nem que seja por umas horas de puro divertimento. A noite até foi muito divertida. Foi quase uma directa. Regressámos a casa já quase o sol despontava. Estava morto de cansaço. Apesar disso, dormi poucas horas. Mas desta vez dormi bem.

 

Quando finalmente me levantei, reparei que a G. tinha enviado uma sms a convidar-me para sair. Fiquei contente com esse gesto, porque ainda não tinha estado pessoalmente com ela desde que lhe revelei a minha orientação sexual. Combinámos ir até à praia mais próxima para dar uma volta e conversar um pouco. Fui apanhá-la a casa e rapidamente nos pusemos na praia. Estava um belíssimo dia de sol. Sentámo-nos no areal e ali estivemos à conversa até ao sol-posto. Voltou a falar-se do mesmo assunto (homossexualidade) e posso dizer que a G. está a impressionar-me pela positiva. No entanto, persistem as dúvidas e eu, com uma paciência de chinês, lá vou tentando esclarecê-las... Finalmente, fomos lanchar a um bar da referida praia. E bem poderia ter saltado esta parte. É que ao sairmos e envolvidos pela conversa que estávamos a ter, nem reparámos que os meus óculos de sol ficaram em cima da mesa. Eu sou "despistado" por natureza mas nunca me tinha acontecido uma coisa dessas. Só quando cheguei a casa é que reparei que me faltavam os óculos de sol. De nada valeu voltar ao bar. Já tinham sido levados por algum "amigo do alheio"... Infelizmente, gente desonesta é uma praga que existe por todo o lado. Em menos de meio ano, fiquei sem um telemóvel,  sem o leitor de MP3 e agora sem os óculos de sol. O que virá a seguir?...

 


Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
21

24


subscrever feeds
pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
subscrever feeds
Prémio "Felizes Juntos"
Create your own banner at mybannermaker.com!
A Minha Música


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
Participa Na Sondagem!
Qual a orientacao sexual de quem me visita?
Homem heterossexual
Mulher heterossexual
Gay
Lesbica
Bissexual
Nenhuma
Nao sabe
  
pollcode.com free polls
Suspeito Que Estão...
online
Suspeitos Que Por Aqui Passaram
Hit Counters
Free Hit Counters

Generated image
blogs SAPO