Um blogue pessoal mas... transmissível

06
Mar 09

 

 

Tenho por hábito (acho que saudável, também) acompanhar algumas séries de culto transmitidas pela televisão nacional. Uma das minhas séries preferidas - "Irmãos e Irmãs" - entrou já na sua terceira temporada, tendo estreado no dia 30 de Janeiro na RTP2. Mais uma vez, é-nos dado a conhecer o dia-a-dia da família Walker, um clã repleto de segredos. Nesta terceira temporada, os poucos segredos que ainda restam começam a tornar-se cada vez mais frágeis no seio dos Walker: Rebecca (Emily Van Camp), a filha ilegítima de William Walker e Holly Harper (Patricia Wettig), e Justin (Dave Annable), o benjamim da família, tentam, sem sucesso, esconder os seus sentimentos um pelo outro, e os irmãos Walker montam um plano para encontrar o meio-irmão desaparecido, Ryan, sem que Nora (Sally Field), a matriarca da família, tenha conhecimento disso. Kitty (Calista Flockhart), a mais nova das irmãs, liga à família em busca de conforto e apoio, quando ela e o Senador Robert McCallister (Rob Lowe) iniciam o processo de adopção de uma criança, facto que coloca em risco o seu casamento. Quando Kevin (Matthew Rhys), o irmão gay, e Scotty (Luke Macfarlane) começam uma vida a dois, a carreira de Kevin é posta em risco por Tommy (Balthazar Getty), que o despede do cargo de advogado da empresa familiar, a Ojai Foods, como forma de cortar algumas despesas. Sarah (Rachel Griffiths) continua a conduzir os destinos da empresa, enquanto se intensifica o conflito entre Nora e Holly. Como fio condutor da história, Nora mantém-se firme no seu papel de matriarca, tentando gerir os dramas pessoais dos diversos membros da família. A não perder todas as sextas-feiras num televisor perto de si…


Aqui ficam os vídeos do pedido de casamento...

 

 

... e do casamento de Kevin e Scotty...

 

 

... e também o vídeo promocional da terceira temporada da série

 

 


 

Decididamente, o parlamento português transformou-se numa taberna muito mal frequentada. É que ontem num debate sobre energias renováveis, José Eduardo Martins, do PSD, reagiu com insultos às insinuações que Afonso Candal, do PS, lhe dirigiu. "Vai para o caralho", afirmou, mais do que uma vez, o deputado social-democrata depois do socialista ter insinuado que interesses particulares estariam alegadamente na base das preocupações energéticas de José Eduardo Martins. Tenho para mim que o maior insulto não foi o convite endereçado por José Eduardo Martins a Afonso Candal para que fizesse uma visita à genitália masculina, mas antes o que foi dirigido mais uma vez à inteligência dos portugueses. Infelizmente, este facto acabou por desviar a atenção do essencial que era a presença do ministro da Economia no parlamento com o objectivo de explicar o favorecimento de duas empresas na instalação de painéis solares. E isto, sim, é deveras preocupante...

 

 


 

Quase todas as sextas-feiras, ao regressar do trabalho e aproveitando a hora de almoço, tenho o (saudável) hábito de ir ao ginásio. Ainda apanhei a recta final do programa "Fátima" que estava a passar num dos ecrãs de televisão espalhados pelo dito. Há tempos ouvi dizer que este programa, que já teve a liderança televisiva no horário das manhãs, acabou por ver-se relegado para terceiro lugar nesse mesmo horário. E este facto não é de estranhar. Bastava assistir à famosa tertúlia cor-de-rosa, com os intervenientes a digladiarem-se para ver quem alcançava o primeiro lugar no pódio do "quem disse mais mal dos outros". E o que dizer da estafada rubrica humorística do Nuno Eiró, ou de José Freixo, o ventríloquo da boca aberta, e do seu estúpido "pato-marioneta" de nome Donaltim? Acho que o "Fátima" viveu muito de falar dos outros, mas essa era já passou e o formato que num dado momento lhe deu a liderança televisiva deixou de resultar. Parece que os dois novos apresentadores, Carlos Ribeiro e Merche Romero, não estão a fazer melhor. Pelo que me foi dado observar, os conteúdos continuam a ser pouco mais que estupidificantes para os telespectadores, movendo-se entre o insólito, a curiosidade mórbida e o pseudocientífico. Senão vejamos. Falava-se de alguém que tinha salvo uma criança de 3 anos que, encontrando-se sozinha em casa, estava prestes a cair de uma varanda, e de uma mãe que ainda amamenta um filho com 7 anos (!). Com temas como estes, já estou a ver que a SIC mais não faz do que copiar os conteúdos dos seus concorrentes directos. E assim vai o panorama televisivo nacional…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 17:49

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




subscrever feeds
pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
subscrever feeds
Prémio "Felizes Juntos"
Create your own banner at mybannermaker.com!
A Minha Música


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
Participa Na Sondagem!
Qual a orientacao sexual de quem me visita?
Homem heterossexual
Mulher heterossexual
Gay
Lesbica
Bissexual
Nenhuma
Nao sabe
  
pollcode.com free polls
Suspeito Que Estão...
online
Suspeitos Que Por Aqui Passaram
Hit Counters
Free Hit Counters

Generated image
blogs SAPO