Um blogue pessoal mas... transmissível

27
Mar 09

 

Já referi aqui, a propósito da discussão sobre o TGV, que a sala de sessões do parlamento reabriu depois de um interregno de oito meses para se proceder a "inadiáveis" obras "tecnológicas". Parece que a "casa da democracia" manteve os mesmos traços arquitectónicos mas foi apetrechada com a mais moderna tecnologia para que os representantes da nação possam estar "up to date" com os tempos moderníssimos que vivemos. A partir de agora, a sala de sessões encontra-se equipada com 230 computadores, um por cada posto de trabalho nas bancadas dos deputados, e com quatro ecrãs de projecção de vídeo. Do ar condicionado aos equipamentos informáticos, a renovação incluiu iluminação, isolamento acústico, limpeza das pinturas e estátuas, reparação das bancadas de madeira e substituição de todo o soalho.

 

Como contribuinte generoso para a obra, devo dizer que estou muito satisfeito por o meu dinheiro proporcionar tão grande conforto e eficiência aos senhores deputados. É o plano tecnológico de Sócrates em todo o seu esplendor… Infelizmente, parece que a cerimónia de reabertura do hemiciclo não esteve à altura do acontecimento. Diz-se que foi pobrezinha e que contou apenas com um pequeno concerto pela Orquestra Metropolitana de Lisboa e pela banda da GNR. Tanto dinheiro dos contribuintes gasto para cerimónia tão miserável! Na minha opinião, podiam ter convidado a Madonna e davam ao acontecimento o brilhantismo que ele merecia. O espaço, com aqueles quatro ecrãs gigantes, estava mesmo à altura de servir de cenário a um dos próximos concertos da tournée da rainha da pop…

 

 

 

 

P. S.: Só tenho pena de não ver os senhores deputados "miles away", como diz a letra da música da Madonna...

 

publicado por Pensador Insuspeito às 17:47

 

 

Já tinhamos a justiça de Fafe. Agora passámos a ter também a justiça do Marco. Ontem, o tribunal do Marco de Canaveses absolveu o ex-presidente da câmara, Avelino Ferreira Torres, de todos os crimes de que estava acusado pelo Ministério Público. Corrupção, peculato de uso, abuso de poder e extorsão. Afinal, coisa de pouca monta... Parece até que o homem que só acreditava na justiça divina e na justiça de Fafe (lembram-se dos pontapés e das agressões?), passou agora a acreditar também na justiça dos tribunais. Como homem de fé, o senhor Avelino Ferreira Torres, ao conhecer a sentença, deve ter pensado consigo próprio: "God moves in mysterious ways". E eu não sei se acredito mais na justiça humana e acho que o homem é inocente. Ou se acredito mais na minha própria intuição e acho o homem culpado. Olhando bem para a expressão do senhor Avelino Ferreira Torres na fotografia que acompanha este post/pensamento, parece-me é que o homem não disse nem pensou mais nada senão isto: "Desta já me safei!"...

 


Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




subscrever feeds
pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO