Um blogue pessoal mas... transmissível

18
Mar 09

 

 

Estou mais uma vez estupefacto com a justiça portuguesa. Diz-se que um juiz libertou um homem acusado de matar à facada a própria mulher na presença da filha da vítima, de apenas 10 anos, e que agora é visto frequentemente no local do crime a amedrontar a família da mulher. Diz-se também que o mesmo juiz deixou sair em liberdade um homem que baleou outro na PSP de Portimão, em Setembro do ano passado, tendo a vítima ficado tetraplégica, e que é também o mesmo que mandou em prisão preventiva um homem que roubou um telemóvel (!). Desconheço os pormenores de cada uma das situações referidas. Mas, em abstracto, e perante a oposição de critérios que o referido juiz utilizou, sobressai uma evidente contradição com o bom senso e a razoabilidade, no sentido de punir as insignificâncias penais e deixar passar as perigosidades violentas. Também não sei se o juiz em causa é estagiário ou tem pouca prática na aplicação da justiça, ou que critérios considerou para tomar aquelas decisões. Mas uma coisa é certa: não se pode continuar a ser juiz com 23 anos de idade e a decidir levianamente sobre a vida das pessoas…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 17:59

E assim vai o mundo...
A... a 19 de Março de 2009 às 10:49

Um mundo muito estranho, não é?

Mundo estranhíssimo...
A... a 20 de Março de 2009 às 08:14

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




subscrever feeds
pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO