Um blogue pessoal mas... transmissível

02
Abr 09

 

 

Parece que os líderes mundiais reunidos na cimeira do G20 chegaram hoje a um "acordo de acção global" para reactivar a economia internacional, que passará pela reforma do sistema bancário, a qual deverá incluir a penalização dos paraísos fiscais, um gigantesco pacote de estímulo financeiro, a renovação das instituições internacionais, o apoio ao comércio global e a criação de novos fundos para o combate à pobreza.

 

A propósito destas medidas e da crise global que as despoletou é interessante notar que foi precisamente a tendência suicidária de um crescimento infinito, que se foi gerando nas maiores economias mundiais, que acabou por conduzir-nos à crise de que agora todos se lamentam, qual coro de velhas carpideiras. Se pensarmos bem, tem-se vivido há demasiado tempo na sombra desta tendência suicidária. Toda a gente nos convenceu que era preciso consumir mais, cada vez mais. E para isso era necessário produzir mais, cada vez mais… E de crise em crise, chegou-se à beira do precipício. Até que o suicídio aconteceu mesmo… Parece que esta tendência suicidária de um crescimento infinito é conhecida há muitos anos mas só agora é que se lhe reconheceu o carácter de catástrofe. E o panorama é penoso de se ver. Os políticos lamentam-se e inventam mil e uma soluções para a crise. Os economistas de serviço choramingam e prevêem cenários apocalípticos. No fim de contas, quem terá de suportar a crise global será mesmo o "zé povinho" que todos os dias se debate para assegurar o seu sustento mensal e assim poder pagar as suas contas…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 22:30

 

Diz-se que "o Governo socialista fez aprovar, em 2006, alterações à lei que permitem aos grupos financeiros a isenção total dos rendimentos das suas filiais". Perante isto, apraz-me dizer que ninguém pode acusar o Governo de não acautelar atempadamente o futuro e os interesses dos que agora se entretêm a desgovernar o país e dos que, fora do Governo, se agitam irrequietamente em busca de benesses, privilégios e isenções fiscais. De facto, a maneira mais expedita de saquear o Estado é colocar um político sem escrúpulos no Governo. Uma vez chegado ao poder, esse político de ocasião transforma-se numa versão travestida de Robin dos Bosques e passa a ocupar boa parte do seu tempo a desviar o dinheiro para os que estão fora e se movem em torno do poder, como os banqueiros e os empreiteiros de obras públicas. No final desta operação, o que foi para político deixa o Governo e passa a desfrutar impunemente do seu saque. Infelizmente, o esquema é tão antigo e tão usado, que já só mudam os nomes dos políticos que vão para dentro do Estado, uma vez que os outros, os da banca e das obras públicas, estão comodamente instalados e têm o esquema montado para todos os Governos. Ou seja, transitam de Governo para Governo e limitam-se a escolher os assalariados que vão para dentro do Estado. Para estes, o político não tem outra função senão a de inventar formas expeditas de desviar o dinheiro para os que estão cá fora. Enquanto isso, o povo entretém-se com o folclore da propaganda politica e das promessas que os Governos sistematicamente nunca cumprem…

 

publicado por Pensador Insuspeito às 19:46

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pensamentos que aqui deixaram
Olá!Também entrei hoje oficialmente de férias!=)E ...
Hmmm...simplesmnete o tipo ve a sua realidade ameç...
Que vergonha...só agora reparei que estás de volta...
Boas férias...e boa música.
Não sei se posso dizer que sou um frequentador da ...
Pinguim, ainda bem que gostaste. O tema é aliciant...
Toby, realmente com mentes tão tortuosas só se pod...
J. Coelho, como disse na resposta ao comentário an...
João, claro que o engate é independente dos locais...
Gostei imenso do teu texto.Parabéns! Abraço.
Prémio "Felizes Juntos"
Create your own banner at mybannermaker.com!
A Minha Música


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
Participa Na Sondagem!
Qual a orientacao sexual de quem me visita?
Homem heterossexual
Mulher heterossexual
Gay
Lesbica
Bissexual
Nenhuma
Nao sabe
  
pollcode.com free polls
Suspeito Que Estão...
online
Suspeitos Que Por Aqui Passaram
Hit Counters
Free Hit Counters

Generated image
blogs SAPO